Offcanvas Section

You can publish whatever you want in the Offcanvas Section. It can be any module or particle.

By default, the available module positions are offcanvas-a and offcanvas-b but you can add as many module positions as you want from the Layout Manager.

You can also add the hidden-phone module class suffix to your modules so they do not appear in the Offcanvas Section when the site is loaded on a mobile device.

Nos dias atuais, a mídia está muito presente na vida das pessoas, principalmente com a expansão da internet, que de certa forma aumentou o conteúdo comunicacional e as plataformas voltadas para a comunicação. Porém esse boom da expansão midiática não trouxe apenas pontos positivos para a área. A exigência da instantaneidade leva a uma apuração nem sempre com qualidade, o excesso de informação está deixando a sociedade confusa pelo fato de ter aumentado a divulgação de notícias falsas (fake news) como se fossem verdadeiras, ou seja, há muito menos questionamentos, além disso, as redações estão cada vez mais enxutas e os profissionais da área perdem noites de sono com medo das crescentes demissões. O grande número de demissões, as notícias falsas e o excesso de factualidade são os principais problemas que causaram uma crise na mídia contemporânea e que devem ser discutidos a seguir.

Escreva seu comentário (0 Comentários)

Por Affonso Ghizzo Neto

Para muitos juristas, e também para leigos, alguns ministros do STF vêm demonstrado relações pessoais inadequadas, levantando muitas vezes dúvidas e suspeitas sobre a imparcialidade necessária para condução de processos relacionados com políticos diversos, notadamente em relação ao presidente Michel Temer.

Escreva seu comentário (0 Comentários)

Apesar do aviso de Carlos Drummond de Andrade, no Brasil parece que se continua a acreditar que os lírios nascem das leis. Em face das agruras da política, a solução sempre (sempre mesmo, desde o Império) passa por uma milagrosa reforma política, que vá atender ao “clamor da sociedade por mudanças” ressaltado no relatório parcial 3 da Comissão da Câmara de Deputados.

Escreva seu comentário (0 Comentários)

Começo por confessar que sempre resisti muito em relação a pautas que buscam aumentar a participação feminina na política. Entedia que a inclusão de cotas e outras técnicas acabavam por cercear o espectro de opção dos eleitores. Cheguei a considerar suficiente a imposição de uma cota de trinta por cento de candidaturas femininas. A realidade mandou-me insistentes sinais dissonantes. A mera cota de candidaturas foi quase sempre objeto de fraude. Não funcionou. Rendo-me aos fatos: falhamos e é o momento de reconhecer a necessidade de corrigir o constrangedor déficit de participação feminina. Os dados brasileiros são assustadores.

Escreva seu comentário (0 Comentários)

Por 

O atual contexto em que se insere a política nacional está vinculado à iminente deliberação pela Câmara dos Deputados, presidida por Rodrigo Maia, que decidirá a admissibilidade da denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal, por corrupção, em desfavor do presidente da República, Michel Temer.

Escreva seu comentário (0 Comentários)